Ações ABDI

Página Inicial > Notícias

Voltar

ABDI Na mídia Newsletters

Guias BIM alcançam 5 mil downloads em menos de duas semanas

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) lançaram no dia 30 de novembro uma coletânea de seis guias para construção em BIM (Building Information Modeling). Em menos de duas semanas, já foram alcançados 5 mil downloads dos guias, que apresentam e instruem sobre essa tecnologia de modelagem virtual. “A coletânea é um instrumento essencial para a disseminação e consolidação do BIM no Brasil. Tem orientações e boas práticas para as atividades de planejamento, contratação e execução da obra”, explica o coordenador de difusão tecnológica da ABDI, Claudionel Leite.

Cada um dos guias é voltado para uma etapa da obra ou projeto em BIM. “Para os iniciantes o ideal é começar pelo guia 1 – O Processo de Projeto BIM. Ele é uma introdução à técnica”, esclarece Leite. O segundo, terceiro e quarto livros são destinados aos projetistas. Para os contratantes, além do guia 1, focar nos guias 3 e 4. Completam a coleção o guia 5, específico para avaliação de desempenho energético, e o guia 6 que orienta sobre as etapas e requisitos importantes para a implantação do BIM em uma instituição.

 

 

Guias:

Guia BIM 01 - O Processo de Projeto BIM

Guia BIM 02 - Classificação da Informação no BIM

Guia BIM 03 - BIM na Quantificação, Orçamentação, Planejamento e Gestão de Serviços da Construção

Guia BIM 04 - Contratação e Elaboração de Projetos BIM na Arquitetura e Engenharia

Guia BIM 05 - Avaliação de Desempenho Energético em Projetos BIM

Guia BIM 06 - A Implantação de Processos BIM 

 

Download

Para ter acesso aos guias, basta fazer um cadastro simples. Depois do registro, os livros ficam disponíveis em PDF. A ABDI e o MDIC incentivam a introdução do BIM no Brasil. Para o coordenador de difusão tecnologia da Agência, o Building Information Modeling permite mais transparência. “O BIM é uma ferramenta eficaz de construção. Possibilita a identificação antecipada de erros de projeto, além de maior controle físico e financeiro do empreendimento, entre outros benefícios”.

Antes de os trabalhos começaram no canteiro de obras, é feita uma modelagem em três dimensões. Com o modelo virtual não existe erro de interpretação por nenhum agente da construção. Diferente dos projetos em duas dimensões, onde é preciso interpretar como os desenhos se tornam realidade, no 3D a visualização é completa. Isso permite ter maior previsão de insumos, logo, menor desperdício e mais controle financeiro. 

 


Assessoria de Comunicação
Fernando Rotta
(61)3962-8700
imprensa@abdi.com.br