Ações ABDI

Página Inicial > Notícias

Voltar

ABDI Na mídia Newsletters

Parceria vai impulsionar Laboratório de Fabricação Digital

Eficiência vai aumentar 700%. Tempo da prototipagem cairá de três semanas para três dias

Brasília, 20 de dezembro de 2017 - Uma parceria entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Porto Digital, de Recife (PE), vai investir um milhão de reais no aprimoramento de um laboratório de fabricação digital voltado para sensores de cidades inteligentes. O acordo se viabilizou por intermédio da Rede de Nacional de Produtividade e Inovação (Renapi) – braço da ABDI descentralizado em cinco localidades do país.  O TecnoFabLab já existe dentro do Porto Digital, local que abriga empresas voltas para tecnologia e inovação. A verba vai capacitar a equipe e melhorar os processos de criação das peças. O Laboratório do Porto Digital é um projeto piloto que vai servir de modelo para outros centros de tecnologia no Brasil. 

Segundo o líder do projeto de cidades inteligentes da ABDI, Carlos Frees, com a parceria o laboratório vai aumentar seu potencial tecnológico. “Os protótipos criados estarão mais próximos de um produto final. As empresas levam suas ideias e com apoio do TecnoFabLab são criados os protótipos das soluções para cidades inteligentes”. Com a tecnologia instalada, o processo de fabricação dos sensores será reduzido de três semanas para três dias. Um ganho de eficiência de 700%. 

O Laboratório do Porto Digital é especializado em objetos urbanos. “São produzidos protótipos de todo o tipo de sensor. Tecnologias para as lixeiras inteligentes, sinaleiras, luminárias, entre outros”, explica Frees.

Cidades Inteligentes

Quando os protótipos estiverem prontos, eles poderão ser testados no ambiente de demonstração para soluções de cidades inteligentes da ABDI/Inmetro. Na mini cidade, que vai funcionar dentro do campus do Inmetro – em Xerém (RJ), serão colocadas à prova as tecnologias. A ideia é que o ambiente esteja pronto para receber as soluções no segundo semestre de 2018, mesma época que o TecnoFabLab estará entregando os primeiros protótipos.