Ações ABDI

Página Inicial > Notícias

Voltar

ABDI Na mídia Newsletters

Brasil pode economizar até R$73 bilhões implementando conceitos da indústria 4.0

A agenda brasileira para indústria 4.0 foi apresentada pelo presidente substituto da ABDI, Miguel Nery, em conferência de logística

Brasília, 10 de maio de 2018 – O presidente substituto da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Miguel Nery, apresentou a Agenda Brasileira para a Indústria 4.0 em palestra na Conferência Internacional de Logística e Inovação 2018. O evento ocorreu em Brasília, nesta quinta-feira (10). Segundo Nery, a implementação de conceitos 4.0 na área pode poupar até R$ 73 bilhões para o país. “A economia viria de energia elétrica, diminuição de gastos com manutenção e gestão eficiente”, destaca.

Miguel Nery ainda descreveu os três principais passos da agenda Brasil 4.0 – lançada em março pela ABDI e pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) – para a implementação da quarta revolução industrial: financiamento, avaliação das empresas e testbed. “É preciso criar condições para identificar os processos e quais modificações precisam ser feitas nas empresas do país”. João Padovani, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), corroborou. “O desconhecimento das empresas sobre quais tecnologias precisam ser adotadas para realmente se tornarem mais eficientes é um dos principais desafios”. Segundo Padovani, esse passivo foi identificado depois de ampla pesquisa da CNI.

Ana Cristina Costa, do departamento de Bens de Capital do Banco de Nacional de Desenvolvimento (BNDES), destacou que o aprimoramento da indústria tem que estar ligado à alavancagem da competitividade. De acordo com ela, o banco identificou alguns pontos que devem ser observados de forma geral pelo país para o desenvolvimento realmente acontecer. “Investimento em infraestrutura, acesso a crédito, qualificação do trabalho e inovação são a base para tornar as indústrias mais competitivas”, explicou.

A Conferência Internacional de Logística e Inovação 2018 reuniu empresários e entidades da indústria para discutir os impactos da tecnologia no setor.