Ações ABDI

Página Inicial > Notícias

Voltar

ABDI Na mídia Newsletters

Indústria da Defesa é tema de Almanaque da Turma da Mônica

O Ministério da Defesa (MD) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançam, nesta quarta-feira (16), às 9h, o Almanaque “A Turma da Mônica e a Indústria de Defesa”. O cartunista e empresário Maurício de Sousa participa da cerimônia, que será realizada no auditório do Ministério do Esporte, em Brasília. O evento terá presença dos ministros da Defesa, Joaquim Silva e Luna; da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima; e do Esporte, Leandro Cruz Fróes; do presidente da ABDI, Guto Ferreira; além dos comandantes da Marinha, almirante Eduardo Leal Ferreira; do Exército, general Eduardo Villas Bôas; e da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Rossato. Também participarão do evento o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho, e o diretor do Instituto Brasileiro de Estudos em Defesa Pandiá Calógeras (IBED), Oswaldo Gomes dos Reis Júnior.

O objetivo da publicação é ampliar o conhecimento da sociedade sobre a importância da indústria de defesa para o desenvolvimento econômico e tecnológico do país, sobretudo, entre jovens e crianças em idade escolar. “A publicação explica, de forma lúdica, o trabalho permanente das Forças Armadas no que se refere à proteção do nosso País, com a guarda das costas oceânicas e hidrovias e a proteção dos recursos minerais e marinhos, com a defesa de nossas fronteiras secas, e com a proteção de todo o nosso espaço aéreo”, explica o ministro da Defesa. “São essas ações que protegem não apenas vidas, como também, o nosso patrimônio e fortalecem a imagem internacional do Brasil como um país forte, com poder dissuasório apoiado em uma reconhecida Base Industrial de Defesa”, completa o ministro Silva e Luna, lembrando que a atuação no setor de Defesa tem impacto positivo no desempenho da balança comercial brasileira, com produtos de alta densidade tecnológica, na geração de riquezas, no crescimento do País e na garantia da soberania nacional.

 

Inovação e impacto na economia

 

Para o presidente da ABDI, Guto Ferreira, a defesa apresenta estrutura industrial madura e consolidada, capaz de gerar empregos qualificados e de atender às demandas tecnológicas e produtivas do país. “A ABDI tem produzido inteligência que auxilia na tomada de decisões estratégicas no Ministério da Defesa, além de desenvolver ações para o apoio ao desenvolvimento e ao fortalecimento desta base industrial, como a qualificação de fornecedores das cadeias produtivas dos segmentos de defesa”, diz Ferreira. A iniciativa, conforme o presidente da ABDI, mostra a importância desse segmento industrial, que tem “alto potencial inovador e gera relevante impacto na economia, uma vez que movimenta, apenas no Brasil, mais de R$ 200 bilhões por ano”.  O número se refere a uma pesquisa da Fipe de 2014, último dado disponível sobre o setor.

 

A publicação é parte do Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o MD e a ABDI em 2017, cuja agenda prevê, entre outras ações, a disseminação do entendimento da importância do tema Defesa Nacional, dos impactos econômicos e na manutenção da soberania nacional de uma indústria de defesa forte e consolidada. Guto Ferreira explica que a proposta partiu da ABDI ao Instituto Brasileiro de Estudos de Defesa Pandiá Calógeras, do MD, para uma construção conjunta de almanaque especial da Turma da Mônica sobre a indústria de defesa, ideia prontamente acolhida pelo Instituto. “A proposta foi apresentada ao Maurício de Sousa, que, com sua vasta experiência em trabalhar assuntos técnicos relevantes em almanaques especialmente construídos para uma abordagem educativa e informativa, em parceria com órgãos de governo, comprou a ideia e disponibilizou seu time de experientes roteiristas para o projeto”, conta Ferreira.

 

Serviço:
Lançamento do Almanaque “A Turma da Mônica e a Indústria de Defesa”
Data: 16 de maio de 2018
Local: Auditório do Ministério do Esporte (SIG Quadra 4 Edifício Capital Financial Center - Bloco C, Brasília/DF)
Horário: 9h