ENCONTRE AQUI

Calvet apresenta atuação da ABDI no tema 5G em audiência da Câmara

Presidente da ABDI foi convidado para participar de debate sobre a implantação da tecnologia 5G no Brasil

CCOM | 27/04/2021

O presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Igor Calvet, participou, nesta terça-feira (27/04), de audiência da Câmara dos Deputados, realizada por videoconferência, promovida pelo Grupo de Trabalho (GT - 5G) da Casa criado para avaliar e acompanhar os impactos da implantação da tecnologia 5G no Brasil. A reunião teve como tema a tecnologia 5G aplicada ao agronegócio, cidades inteligentes e inovação.

Convidado por requerimento da coordenadora do grupo, deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), Calvet falou sobre o impacto da implantação da rede 5G no setor produtivo e apresentou a atuação da ABDI neste tema. “A ABDI, como serviço social autônomo, tem trabalhado em prol da transformação digital do setor produtivo brasileiro”, disse ele, ao destacar o trabalho da ABDI na execução de projetos-pilotos e de demonstradores de tecnologias avançadas, cujos objetivos principais são a produção de informações relevantes sobre a adoção das tecnologias, a redução de riscos no uso e a identificação dos seus benefícios.

Calvet explicou ainda o acordo firmado entre a ABDI e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que tem como missão a realização de testes de uso da tecnologia 5G em redes privativas. Os primeiros testes, na área industrial, estão sendo feitos por meio de um convênio entre a ABDI e o Grupo WEG. Outros testes serão feitos em ambiente de cidades inteligentes (em Londrina, no Paraná) e no agronegócio. Os resultados dos testes vão contribuir para a regulação da Anatel sobre o uso de 5G em redes privativas.

“A implementação do 5G é a melhor política industrial que o Brasil pode ter neste momento”, disse o presidente da ABDI, destacando o potencial habilitador do 5G das tecnologias inovadoras como, por exemplo, inteligência artificial, Internet das Coisas e realidade aumentada. “Temos que olhar o 5G não apenas como uma nova tecnologia, mas como aquela que proporcionará um grande salto de produtividade da economia brasileira, impulsionando a inovação e melhorando nossos indicadores econômicos”, afirmou. 

Presidida pela deputada Luísa Canziani (PTB-PR), a audiência também contou com a participação de Luiz Augusto de Castro Neves, presidente do Conselho Empresarial Brasil-China e ex-embaixador do Brasil na China; Paulo Rogério Foina, presidente da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação – ABIPTI; e Aluizio Bretas Byrro, vice-diretor da área de telecomunicações da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica - ABINEE.