ENCONTRE AQUI

Inovação no DNA

Para que a inovação faça parte do DNA da empresa, é preciso transformação cultural, inovação engajamento.

Kátia Maia | 27/02/2020

Essas foram as palavras-chave do Workshop Startup Indústria – Impacto, realizado em São Paulo, no último dia 18, pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O evento faz parte do Programa Nacional Conexão Startup Indústria e reuniu as 30 empresas e 59 startups participantes da segunda edição do programa.

O Workshop foi o momento de avaliar o que foi realizado até agora dentro do programa e considerar a perspectiva da prova de Conceito (POC) que será internalizada e absorvida pelas indústrias e que realmente pode virar inovação. “O dia trouxe a relevância da transformação cultural para se chegar a uma transformação digital e inovação de verdade”, avaliou Lanna Dioum, coordenadora do Programa Startup Indústria.

O evento foi dividido em painéis. O primeiro, ‘Melhores Práticas de POC (Prova de Conceito) para a implementação de Pilotos’, foi o momento de compartilhar experiências, caminhos e soluções para a implementação da inovação.“Acho que a palavra autonomia é fundamental para a inovação. Muitas vezes a gente deixa de avançar com algumas empresas por causa do esforço grande para fazer algo muito pequeno”, disse Filipe Ivo, da SUNEW. Segundo Vinicius Valuskas, da MedRoom, a burocracia não vem de graça. “Não adianta descartar a burocracia do processo de POC. A gente não pode ignorar que ela existe e isso tem que estar no design da POC”, complementou.

O Diretor de Inovação e Corporate Venture Capital da Embraer, Sandro Giovanni Valeri, falou sobre o Programa Embraerx Innovation Partner Program, “voltado para a inovação disruptiva, não só para startup, mas para todo tipo de empresa”. Ele explicou e destacou que a Embraer já fechou uma parceria com uma startup dentro do programa com o objetivo de operar drone de carga. “O programa tem acesso fácil, pela internet, e, se tiver tecnologia, é aberto a qualquer um – startup ou empresa – ou modelo de negócio disruptivo, estamos interessados”, anunciou.

O segundo painel da manhã, ‘Cadeias Globais de Valor: Competitividade e Inovação’ discutiu como é possível inserir o Brasil, o setor produtivo nacional, em cadeias de valor por meio de startups.  Durante a manhã, aconteceu ainda os pitches com representantes das indústrias, que falaram sobre a conexão startups indústria e os impactos e resultados percebidos por cada uma. Na parte da tarde, foi a hora de colocar a mão na massa e as 30 empresas e 59 startups do Programa discutiram suas Provas de Conceito.

Programa Nacional Conexão Startup Indústria

O Programa Nacional Conexão Startup Indústria, lançado em 2017, está em sua segunda edição e tem como proposta ser a ponte para estimular um novo caminho de inovação, conectando soluções de startups às necessidades da indústria para gerar os melhores resultados. Na última etapa concluída, em 2017, o Edital Startup-Indústria premiou 27 startups escolhidas por 10 das mais inovadoras indústrias do Brasil (BRF, Embraer, Natura, 3M, Embraco, Ericsson, Libbs, Votorantim Cimentos, Caterpillar e Dow) para o codesenvolvimento de 32 soluções, e gerou 27 cases de sucesso de relacionamento e 10 soluções implementadas. Confira os resultados e próximos passos do programa.