ENCONTRE AQUI

Reconhecimento de imagem por voz é a solução vencedora de desafio do ProVA

ABDI e Abras promovem ação para supermercados melhorarem acessibilidade e experiência de compra para deficientes visuais

Comunicação ABDI e Abras | 29/05/2019

Um sistema de reconhecimento de imagens por voz e de mapeamento interno dos supermercados para guiar deficientes visuais pelos estabelecimentos foi a solução apresentada pela startup JMM Tech, vencedora do desafio do Laboratório de Inovação do Varejo (ProVA). A iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) teve sua final disputada nesta terça-feira (28), em São Paulo.

O especialista em varejo da ABDI, Eduardo Rezende, destacou a importância da aproximação com o setor supermercadista, para que as inovações propostas ganhem escala. “Nós finalizamos o desafio que pretende dar projeção e ganho de escala para as soluções vencedoras. E a parceria com a Abras vai permitir isso”, projetou.

O objetivo foi selecionar uma startup com a melhor solução tecnológica para facilitar a experiência de compra dos deficientes visuais nos supermercados. O evento aconteceu na sede do ProVA e contou com a presença do presidente da Abras, João Sanzovo Neto. "O espectro da inovação pela busca da melhor relação com o consumidor e solução de problemas através de tecnologias aproximou a ABDI e a ABRAS. Foi uma honra participar desse projeto que busca melhorar o atendimento e a acessibilidade dos nossos consumidores deficientes visuais", declarou.

Com uma população de mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, o Brasil se depara com grandes desafios para ampliar a acessibilidade no setor varejista, especialmente nos supermercados, que contam com 89 mil lojas em todo o país.

Desafio
O desafio Abras/ABDI teve início em abril, com a abertura das inscrições das empresas de tecnologias e reuniões com deficientes visuais para identificar as dificuldades encontradas na experiência de compra dentro dos supermercados. A etapa seguinte foi a seleção das cinco finalistas. Com um júri formado por representantes da Abras e da ABDI, além de deficientes visuais, foi feita a escolha das startups vencedoras.

1º - JMM Tech - Apresentou um sistema de reconhecimento de imagens por voz e mapeamento interno dos supermercados para guiar os deficientes visuais.
2º - Inclue - Mostrou um aplicativo que funciona com três frentes: agendamento (horário para compras), treinamento dos funcionários de supermercados para atender melhor os deficientes visuais e projetos de consultoria customizados.
3º - Centésimo - Trouxe solução para mapeamento interno do supermercado, usando becons e gamificação para treinamento de funcionários.

Também participaram com seus projetos as startups: AED Tecnologia e Uniq Solutions.

A JMM Tech anunciou que utilizará o prêmio recebido (R$ 4.000,00) para beneficiar pessoas necessitadas no município de Araçuaí, em São Paulo. A ideia da startup é utilizar o prêmio para a realização de 20 consultas oftalmológicas, 20 óculos e 20 cestas básicas para pessoas sem condições financeiras.