ENCONTRE AQUI

top

Startups de Brasil e Portugal terão incentivo de R$ 4,8 milhões

ABDI lançou nesta quinta-feira (29) edital de programa binacional durante o 2º Fórum de Inovação Startup Indústria

Fernando Rotta | 29/11/2018

Como forma de favorecer o desenvolvimento do ecossistema de inovação e empreendedorismo do país com foco na indústria 4.0, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançou nesta quinta-feira (29) um edital binacional para incentivar a conexão entre startups e indústrias de Brasil e Portugal. A iniciativa foi divulgada na abertura do 2º Fórum de Inovação Startup Industria, que ocorre em conjunto com a Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (Case), um dos maiores eventos de startups da América Latina, em São Paulo.

O presidente da ABDI, Guto Ferreira, destacou, durante a abertura do evento, a importância de as indústrias enxergarem nas startups uma solução rápida para inovar. “Uma das saídas para a indústria melhorar sua produtividade e eficiência energética está nas startups. Esse pensamento precisa ser difundido”.

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge, falou sobre a importância da internacionalização da iniciativa. “A troca de experiência com empresas portuguesas é muito importante. Todos que trabalham com inovação devem guardar uma palavra: ‘ousadia’. Nós podemos ousar e fazer muito mais e melhor”.

Serão destinados até R$ 4,8 milhões para startups de Brasil e Portugal que se conectarem a indústrias de ambos os países com soluções tecnológicas 4.0. O Programa vai selecionar 30 indústrias de grande porte, sendo três delas portuguesas, e 120 startups (10% de Portugal). Ao final, a expectativa é ter 60 startups conectadas às indústrias participantes. Cada startup conectada receberá R$ 80 mil em premiação.

Primeiro Edital

Em 2017, a ABDI realizou a primeira edição do Startup Indústria, com dez pilotos executados entre startups e indústrias sediadas no Brasil: 3M / Trackage; BRF / Birmind; Caterpillar / MZTEC; Dow Brasil / Sunew; Embraco / Virturian; Embraer / Victor Alfa; Ericsson / Nearbee; Libbs / MSc Med; Natura / Regenera; Votorantim Cimentos / Geoinova.

As dez indústrias e dez startups receberam um troféu durante a abertura dos trabalhos. “O programa Startup Indústria contribuiu muito para o nosso processo de inovação aberta. Ele nos apresentou um mundo diferente do que estávamos acostumados e as possibilidades e vantagens de se trabalhar com startups e empresas mais ágeis do que as tradicionais”, ressaltou André Estronioli, Strategy e Governance Analyst da CAT.

Mario Frota Jr da startup Regenera corroborou. “Foi a oportunidade de validar nossa proposta de valor. A gente conseguiu provar que é possível explorar um novo conceito de desenvolvimento tecnológico e transformá-lo em um modelo totalmente sustentável. O programa oportunizou essa possiblidade”.

A integrante da gerência de Inovação da ABDI, Isabela Gaya, destacou a importância do primeiro edital. “Entendemos que essas startups são cases para outras. Elas foram visionárias e participaram deste primeiro edital”.

Conexão Startup Brasil

Além do lançamento do Startup Indústria 4.0, o 2º Fórum de Inovação terá programação com palestrantes nacionais e internacionais, como o diretor do Israel Innovation Authority, Alan Hofman. Nesta sexta-feira (30), haverá o lançamento de outro programa para fomentar o ecossistema de inovação e empreendedorismo: o Conexão Startup Brasil, parceria entre ABDI, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Softex e CNPq.

Confira o edital do Programa Nacional Conexão Startup Indústria: