ABDI anuncia apoio financeiro a MPEs e à federação das indústrias do RS

Recursos auxiliarão recuperação da sede da Fiergs e das micro e pequenas empresas do estado

O presidente da Agência Nacional de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Ricardo Cappelli, anunciou nessa quinta-feira, 16/05, um aporte financeiro à Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) em apoio à recuperação da sede da entidade e de parte do setor produtivo gaúcho, seriamente afetados pelas chuvas e inundações que atingem o estado. O anúncio foi feito em reunião de Cappelli com representantes da federação gaúcha na sede da Agência, em Brasília.   

No encontro, a ABDI assegurou aos industriais gaúchos o repasse de recursos em duas frentes: para o restabelecimento da sede da entidade, atualmente inundada, e para o reerguimento das micro e pequenas empresas (MPEs) do Rio Grande do Sul (RS). “Nós vamos aportar recursos para também apoiar a reconstrução da Fiergs nesse momento, porque ela é peça fundamental, chave para nos ajudar a mapear a situação e a encontrar saídas para reerguer a indústria do Rio Grande do Sul”, explicou Cappelli.

Segundo o presidente da ABDI, os aportes em favor das MPEs, por sua vez, serão encaminhados à federação para que  a entidade auxilie os micro e pequenos empresários por intermédio do Serviço Social da Indústria (Senai) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). “Também pactuamos repassar recursos aqui da ABDI para a Fiergs para que ela, através do Sesi e do Senai, possa apoiar as micro e pequenas empresas na recuperação de máquinas e equipamentos para que elas possam voltar a funcionar o mais breve possível”.    

O apoio financeiro da Agência, cujo valor está por ser definido, foi manifestado com o compromisso de a ABDI atuar como interlocutora da entidade industrial gaúcha junto ao Governo Federal.

Aumento de crédito

Nesta sexta-feira, 17/05, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, garantiu empenho do governo em atuar pela recuperação da atividade econômica e pela manutenção do emprego no Rio Grande do Sul.

Em reunião também com representantes da Fiergs e de representantes do setor produtivo do RS, Alckmin recebeu da federação um documento com propostas de apoio à recuperação da indústria gaúcha. Segundo o vice-presidente, a solicitação de aumento do crédito apresentada pela entidade já está em tratativa no governo com envolvimento, também, do BNDES e do Ministério da Fazenda.

De acordo com levantamento da Fiergs, o percentual da atividade econômica no estado afetada atinge 94,3%. Números da Defesa Civil do RS desta sexta-feira informam que 461 municípios do Rio Grande do Sul (92,7% do total) foram impactados pelas chuvas.   

As reuniões de Cappelli e de Alckmin com a federação gaúcha foram precedidas pelo anúncio do Governo Federal de um repasse de R$ 5,1 mil a todas as famílias diretamente afetadas pela catástrofe climática no RS. Divulgada na quarta-feira, 15/05, a medida tem por objetivo possibilitar que as famílias reponham equipamentos e outros bens perdidos pelos efeitos das fortes chuvas que atingiram o estado.

A estimativa é que o investimento de R$ 1,2 bilhão beneficie cerca de 240 mil famílias.

Fotos: Ricardo Stuckert/PR (chamada de capa) e Lula Lopes/ABDI

Multimídia

MetaIndústria