Alckmin: reindustrialização é essencial para retomar desenvolvimento sustentável

Alckmin: reindustrialização é essencial para retomar desenvolvimento sustentável

Segundo vice-presidente, transformação digital vai aumentar competitividade do setor. ABDI passa a ser vinculada ao MDIC

Uma política industrial contemporânea para o Brasil passa pela digitalização e pela sustentabilidade, e, também, pela inovação e aumento da produtividade. Na agenda da digitalização, é necessário favorecer a produção e difusão de tecnologias da indústria 4.0. Foi o que afirmou o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, nesta quarta-feira (4), durante a transmissão de cargo no Palácio do Planalto. “É preciso contemplar medidas que reduzam o déficit de produtividade e de digitalização das empresas brasileiras, induzindo-as a uma autêntica transformação digital”, completou.

 

De acordo com Alckmin, “a reindustrialização é essencial para que se possa ser retomado o desenvolvimento sustentável, e que essa retomada ocorra sob o único prisma possível que a legitima, o da justiça social”.

 

Para o ministro, a agenda da sustentabilidade é fundamental para o futuro da indústria do Brasil. “A política industrial brasileira precisa estar em sintonia com as necessidades da sociedade mundial. A sustentabilidade é ponto de partida de toda política industrial, a sócio biodiversidade será o ponto de partida da nova política industrial”.

 

Ele destacou frentes que serão exploradas no desenho de programas, por exemplo, o complexo industrial da saúde, energias renováveis, hidrogênio verde, mobilidade. “Esses desafios podem servir de missões organizadoras para uma estratégia de política de desenvolvimento industrial”. Sobre a agenda da produtividade, o ministro disse ser essencial a qualificação da mão de obra, dos recursos humanos para o novo mundo do trabalho.

 

Alckmin destacou também que o fortalecimento da indústria passa pela redução do custo Brasil e pela melhoria do ambiente de negócios, e que a reforma tributária, nesse contexto, é fundamental.

 

Na Medida Provisória Nº 1.154, de 1º de janeiro de 2023, que estabelece a organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos Ministérios, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) ficou vinculada ao MDIC, que poderá celebrar contrato de gestão com o órgão.

 

A ABDI, criada em 2005, formula e executa ações que contribuem para o desenvolvimento do setor produtivo nacional. Atualmente, concentra suas atividades no apoio à transformação digital das empresas brasileiras, por meio do fomento à adoção e difusão de tecnologias 4.0. Para isso, firma parcerias com entes públicos e privados, como prefeituras, universidades e institutos de inovação.

 

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas