Edital de Inovação para a Cadeia de Autopeças seleciona quatro projetos

Edital de Inovação para a Cadeia de Autopeças seleciona quatro projetos

Formados por uma empresa-âncora e um de seus fornecedores, os grupos selecionados recebem recursos para adotar ferramentas da indústria 4.0

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) selecionou quatro dos 40 projetos inscritos no Edital de Inovação para Cadeia de Autopeças, lançado no final do ano passado. O objetivo do edital é premiar projetos que estimulem a inovação na cadeia de autopeças e o processo de digitalização do setor. Cada um dos premiados recebe a quantia de R$ 300 mil, totalizando R$ 1,2 milhão em recursos da ABDI.

Foram selecionados projetos com as empresas-âncoras Brose do Brasil; Continental Indústria Automotiva; MWM Motores Diesel; e Oxipira. As empresas fornecedoras integrantes dos projetos foram, respectivamente, Metalúrgica Denk; Multi Tools; Arkmeds Soluções Tecnológicas; e MOB. Os projetos apresentam soluções como o uso de sensores inteligentes para a melhoria dos processos de medição e controle e o uso de Internet das Coisas (IoT) para melhorar a gestão de moldes, por exemplo (confira abaixo o resumo dos projetos).

“Esperamos que o uso das tecnologias traga maior eficiência e produtividade para a cadeia de autopeças. E que o edital, ao unir empresas âncoras com fornecedores, contribua para o ambiente de cooperação dos negócios e o fortalecimento do setor”, afirmou o presidente da ABDI, Igor Calvet.

O edital foi lançado por meio de uma cooperação técnica da Agência com o Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) que prevê ações de estímulo à inovação e apoio à cadeia. Todos os projetos selecionados são executados por uma empresa-âncora e um de seus fornecedores, tendo como foco aumentar a eficiência da produção. 

Para Mauricio Muramoto, diretor de Inovação do Sindipeças, a entidade dá total apoio a iniciativas dessa natureza. “Maior eficiência nos processos produtivos é condição indispensável para a competividade e a perenidade do setor de autopeças. Essa é uma de nossas importantíssimas frentes de trabalho”.

Com a iniciativa, a ABDI espera contribuir com o aumento de competitividade da indústria, a partir do estímulo à transformação digital e adoção de tecnologias 4.0. 

Os projetos apoiados pelo edital deverão ser executados em até dois anos, seguindo metas e indicadores de desempenho. Embora o apoio da ABDI tenha reflexos imediatos sobre oito empresas inicialmente, espera que haja desdobramentos para um conjunto maior. Por meio da cooperação com o Sindipeças, a proposta é compartilhar experiências e avanços com as demais empresas do setor, que atende tanto às montadoras brasileiras quanto ao mercado de reposição de peças e exportações. 

Conheça abaixo os projetos premiados:

I – Grupo formado pela empresa âncora BROSE DO BRASIL e sua fornecedora METALÚRGICA DENK
Projeto: Melhoria dos processos de medição e controle
Resumo: Com a implantação de um sistema de medição automatizado interligado às máquinas, pretende-se reduzir o tempo de setup e dos equipamentos. As tecnologias envolvidas nesse projeto são Instrumentação/sensor inteligente (smart sensor). As informações captadas pelos instrumentos de medição irão para um banco de dados, o que viabilizará consultas a qualquer momento. Com isso, além da diminuição do tempo de liberação de máquina, haverá redução no custo de inspeção e melhorias nos indicadores de confiabilidade e de eficiência de processos.

II – Grupo formado pela empresa âncora CONTINENTAL INDUSTRIA AUTOMOTIVA e pela sua fornecedora MULTI TOOLS
Projeto: Gestão Avançada de Moldes: eTooling Management
Resumo: Por meio da introdução de tecnologias de Internet das Coisas (IoT), será implantada solução a custo acessível para a coleta de dados da performance, com armazenamento de dados em nuvem e tratamento de dados para controlar a vida útil dos moldes. A coleta de dados, atualmente manual, passará a ser feita por meio digital e instantânea, incluindo alertas inteligentes acerca de índices de refugo, scrap e tempo de parada de processo, o que permitirá um ciclo de melhoria contínua que resultará na redução de gastos não planejados e em ganhos de produtividade.

III – Grupo formado pela empresa âncora MWM MOTORES DIESEL e pela sua fornecedora ARKMEDS SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS
Projeto: Plataforma para inspeções de manutenção supervisionadas com interface em realidade aumentada, IoT e sistemas inteligentes de reports
Resumo: desenvolvimento de plataforma capaz de eliminar o uso do papel em manutenções e inspeções de rotina, substituindo atividades manuais por dispositivos mobile capazes de ajudar o mantenedor em tempo real, apresentando documentações, esquemas elétricos e dados de dispositivos IoT. A principal tecnologia habilitadora aplicada será a realidade aumentada, que permite ao usuário acessar componentes 3D de uma máquina, manuais e dados de sensores enquanto realiza uma inspeção ou uma manutenção. Com isso, espera-se elevar a eficiência operacional, reduzir custos e apoiar os gestores no processo de tomada de decisões.

IV – Grupo formado pela empresa âncora OXIPIRA e pela sua fornecedora MOB
Projeto: Oxipira 4.0 – Monitoramento e Melhoria de OEE de equipamentos e processos através de tecnologias IoT, Cloud, AI e Sensores Inteligentes
Resumo: O projeto visa a imersão da empresa âncora no universo 4.0, contemplando: (i) monitoramento de processos e identificação de gargalos operacionais; (ii) monitoramento remoto de fluxos produtivos das áreas de estoque (adoção de ferramentas de machine learning para identificação de picos e falhas de abastecimento); (iii) integração de dados gerados pelos equipamentos em campo e monitoramento remoto para a identificação preventiva de falhas e para a reposição planejada; (iv) construção de painel de gestão com indicadores em tempo real e alarmes para identificação de operações fora do padrão. Espera-se que a obtenção e a análise de dados por meio de tecnologias 4.0 apoiem melhorias de processos e ganhos de competitividade em operações como inventário e fluxo de matéria prima, monitoramento remoto, controle de estoque, previsão dos cronogramas de entrega e de horas extra.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas