Game XP leva 95 mil pessoas ao Parque Olímpico e movimenta quase R$ 54 milhões

Game XP leva 95 mil pessoas ao Parque Olímpico e movimenta quase R$ 54 milhões

Diretora geral do evento comemora sucesso da Inova Arena da ABDI e quer repetir iniciativa em 2019

As arenas por onde passaram alguns dos melhores atletas durante os Jogos Rio 2016 receberam um público de 95 mil pessoas no primeiro Game Park do mundo. Entre os dias 6 e 9 de setembro, a Game XP levou ao Parque Olímpico da Barra as disputas entre os jogadores de videogame, além de entretenimento, tecnologia e inovação.

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial coordenou a Inova Arena, uma iniciativa inédita, que teve mais de 20 atrações mostrando aplicações práticas de conceitos tecnológicos. “O mercado global de games de entretenimento atingiu, em 2017, mais de US$ 120 bilhões. É um mercado pujante, que demanda profissionais extremamente especializados e movimenta uma cadeia de alto valor. Isso é a indústria 4.0 batendo à porta", afirmou Guto Ferreira, presidente da ABDI, em visita ao evento.

Se depender da diretora geral da Game XP, Roberta Coelho, a experiência da Inova Arena será repetida na próxima edição, em 2019. “Imaginei que ia ser um sucesso, mas não imaginei que ia ser um sucesso tão grande. Recebi muitas mensagens dizendo que esta é a arena mais legal do evento. Você vê como as pessoas têm curiosidade e estamos fazendo história. A Inova Arena está confirmada para a Game XP do próximo ano, com certeza”, elogiou.

A estimativa do impacto econômico gerado pela Game XP é de quase R$ 54 milhões, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas, divulgado pelo Ministério da Cultura. Do total, 36,7 milhões são diretos, referentes a gastos com hospedagem, alimentação e transporte. De acordo com o mesmo levantamento, foram criados 661 empregos diretos e 671 indiretos, totalizando 1.332 vagas de trabalho. Para realizar a pesquisa, a FGV entrevistou 445 pessoas, entre 6 e 8 de agosto.

“Game é inovação e tecnologia na forma de entretenimento. Como o game é muito tecnológico, muita coisa que começa no game acaba na grande indústria, como Realidade Aumentada, Inteligência Artificial e Realidade Virtual. E outras tecnologias que começam nas indústrias vão para os games. Existe uma troca grande”, destacou Roberta Coelho.

De olho no potencial das tecnologias ligadas à quarta revolução industrial ou que usam a gamificação como vetor de negócios, a ABDI apresentou atrações de 13 parceiros. Com 800 m², a Inova Arena permitiu ao público conhecer e vivenciar tecnologias tais como Inteligência Artificial, Realidade Virtual, Robótica, Segurança Cibernética, além de soluções voltadas para a mobilidade, comunicação e cidades inteligentes.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas