Governança é tema de evento na ABDI

Governança é tema de evento na ABDI

Palestra alinha e aprofunda conceitos da Governança Corporativa para colaboradores da ABDI

Para ampliar ainda mais o comprometimento da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) com os aspectos da Governança Corporativa, o G de ASG (ambiental, social e governança), foi promovida na última terça-feira (12/12) a palestra “Princípios e Fundamentos de Governança Corporativa”. O evento interno foi conduzido pelo consultor e professor Fernando Antônio Ribeiro Soares, que apresentou conceitos, práticas e exemplos de como o envolvimento das equipes pode aprimorar os resultados para a sociedade.

Para Soares, que é especialista em políticas públicas e gestão governamental, “qualquer organização precisa de governança, seja privada ou governamental”. A governança reduz riscos por conta da aplicação de regras, princípios, estruturas e processos. “Um dos maiores perigos atuais é encontrarmos organizações com o ASG apenas no discurso, sem reflexo real na cultura da empresa. É preciso pensar na Governança Corporativa com foco no objetivo do negócio, não nos desejos das pessoas envolvidas. Em outras palavras, isso pode burocratizar a decisão? Pode, mas essa decisão será estruturada e robusta”, ponderou.

Entre os princípios da Governança Corporativa, Soares destacou integridade, transparência e sustentabilidade. “Conhecer os indicadores é fundamental para medir resultados, compreender as jornadas e, lá no final, identificar se a governança gerou relevância social”, apontou. Recentemente, a ABDI alterou seu slogan para refletir o novo momento: “Por uma indústria sustentável e digital”.

A presidente interina, Cecília Vergara, concordou e foi além. “O fato de a ABDI ter acabado de aprovar um planejamento que permeia dois governos é uma vitória da governança, não de discursos. É muito bom ver nossas metas resultando de esforços bem claros e saber que o nível de maturidade de governança da ABDI é muito alto em relação a entidades similares”, afirmou.

O planejamento da agência tem duração de seis anos, o que permite visão de longo prazo e garante o prosseguimento dos trabalhos sem alteração de objetivo mesmo em caso de mudanças no Governo Federal.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas