Inscrições abertas para a terceira chamada do Smart Factory

Inscrições abertas para a terceira chamada do Smart Factory

No total, incentivo distribuirá R$ 7 milhões a iniciativas de digitalização e conectividade industrial

Entre os dias 18 e 20 de julho de 2023, grupos de desenvolvimento de projetos, pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) podem realizar a inscrição na terceira chamada do projeto Smart Factory. Realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), cada selecionado da etapa poderá contar com até R$ 800 mil do desenvolvimento à implementação da solução em ambiente real.

O Smart Factory integra o Programa Brasil Mais Produtivo, que é coordenado pelo Governo Federal e visa elevar os níveis de produtividade e eficiência de micro, pequenas e médias empresas brasileiras (MPMEs) por meio da capacitação e serviços de consultoria, além de promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto. “Desde o começo do processo, já testemunhamos muitos casos de melhoria em pequenas indústrias de todos os cantos do Brasil. A ABDI se dedica ao Smart Factory, pois estamos vendo o resultado do programa bem de perto”, justifica Igor Calvet, presidente da ABDI.

O Smart Factory começou a apoiar o setor em 2022. Desde então, 33 projetos foram selecionados. A expectativa é de que 1.000 MPMEs sejam beneficiadas com os R$ 28 milhões disponíveis ao longo do programa. Nesta terceira chamada, os projetos aprovados terão 12 meses entre desenvolvimento e teste no ambiente real para validar suas tecnologias.

Para participar é preciso fazer parte de uma aliança formada, obrigatoriamente, por:

  • Empresa Parceira (EP): Empresa provedora de tecnologia habilitadora da indústria 4.0 com Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) industrial primário, secundário ou contribuinte do SENAI, de qualquer porte ou Startup de Base Tecnológica.
  • Coordenador: Instituto SENAI de Inovação ou Instituto SENAI de Tecnologia habilitados. A habilitação dos Institutos SENAI deverá cumprir pré-requisitos estabelecidos pelo SENAI Departamento Nacional que serão divulgados por meio do e-mail [email protected].
  • Clientes-Piloto: Micro, pequenas e médias empresas, com CNAE industrial primário, secundário ou contribuinte do SENAI, nas quais serão validadas as soluções objeto dos projetos de PD&I em suas linhas de produção.

O regulamento está disponível na Plataforma Inovação para a Indústria e o ambiente de cadastro ficará aberto apenas entre os dias 18 e 20 de julho de 2023.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas