Inspirado em metodologia da Universidade de Harvard, ABDI realiza o 3º Fasttrack

Inspirado em metodologia da Universidade de Harvard, ABDI realiza o 3º Fasttrack

Laboratório de aprendizagem da ABDI reúne mais de 50 pessoas na Gramado Summit

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) realizou, nesta quinta-feira (dia 1) na Gramado Summit, a terceira edição do Fasttrack Lab. A ação, um laboratório de aprendizagem, reuniu participantes com habilidades e experiências sobre o ecossistema de inovação. O objetivo do encontro foi apresentar o Guia de Melhores Práticas baseado na conexão entre empresas e startups que participaram da última edição do Programa Startup Indústria, finalizado no 1º semestre deste ano. Participaram do evento empresas interessadas em conhecer o programa, empreendedores e representantes de startups.

“O foco é trocar experiências, melhores práticas e aprender coletivamente sobre estratégias, políticas e iniciativas, além da possibilidade de novas parcerias”, afirmou a especialista da coordenação de Digitalização da Economia da ABDI, Isabela Gaya.

Para se chegar a esta primeira versão do Guia de Boas Práticas, a ABDI realizou um levantamento de aproximadamente um ano e meio junto às indústrias selecionadas no 1º ciclo do Programa, com o propósito de analisar o processo de inovação com startups em busca das melhores práticas para esta conexão. 
Disponível para download no site do Startup Indústria, o documento é um mecanismo orientador – devendo ser adaptado à realidade de cada indústria – para a realização de conexões entre startups e indústrias. 

Segundo Gaya, o principal gargalo identificado, depois de muitos encontros e debates com os atores envolvidos, foi a sensibilização dos CEOs das empresas sobre a importância da inovação para uma maior competitividade, crescimento e produtividade da empresa. “Fizemos muitos eventos para tentar entender as dores do setor. Os gestores precisam entender que as metodologias precisam ser mais ágeis. E isso é o que uma startup pode oferecer”, enfatizou.

Para Fabio Makita Kiyan, diretor de Inovação da Fras-le, uma das empresas do grupo Randon, o Startup Indústria, além de ajudar a vencer as primeiras barreiras entre empresas e startups, é um programa que transforma pessoas. “O segundo ponto está relacionado com a criação de uma cultura mais colaborativa, que aceita soluções de fora da própria empresa. Isso começa a mudar a forma de trabalho de muita gente e de despertar interesse em outras que não estiveram envolvidas”.

À época, Fabio participou do primeiro ciclo do Startup Indústria como representante da Embraer e o match (entre a empresa e uma startup) permitiu a co-criação de três soluções: a primeira, envolvendo simulação de voo com ajuda de um óculos com realidade virtual; a segunda permitiu a localização de equipamentos nas fábricas; e a terceira foi a automatização de testes de sistemas eletrônicos empregando visão computacional.

Cyro Calixto, responsável por implementar o plano de inovação na BRF (uma das maiores empresas de proteína animal do mundo), ressaltou que quando o assunto é startup, alguns pontos precisam estar bem claros para as empresas: qual o seu objetivo? No que realmente ela pode te ajudar?

“A gente precisa entender que a startup é uma empresa inicial, ela precisa ser ajudada para entregar o valor que você espera dela. Elas entregam um produto que seja rápido de ser testado e rápido de ser pivotado também, caso não dê certo. Entender o que vocês precisam é essencial”, afirmou Calixto. 
Ao final, a ABDI fez uma dinâmica virtual com perguntas sobre inovação e startups para interagir com os participantes – mais uma forma de trocar experiências, opiniões e debater os desafios nos processos de conexões entre empresas e startups.

Próximos passos  

Agora, a ABDI vai compilar todas as informações colhidas no 3º Fasttrack para atualizar o Guia de Melhores Práticas do Conexão Startup Indústria. “Como este é um documento vivo e orgânico, a Agência pretende mantê-lo em constante atualização junto aos ecossistemas de inovação do País”, finalizou Gaya.

Edições anteriores

O 1º Fasttrack da ABDI foi em julho de 2018, no nosso Laboratório de Varejo (ProVA), em São Paulo. Já o 2º, foi no Rio de Janeiro, em setembro de 2018. No site do Programa Startup Indústria você pode obter todas informações sobre as outras edições dos laboratórios de inovação da Agência. 

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas