MWM apresenta solução de IA e aprendizado de máquinas para autopeças

MWM apresenta solução de IA e aprendizado de máquinas para autopeças

Projeto é um dos quatro selecionados pelo Edital da ABDI que investe em soluções de aplicação de IA nas linhas de produção e processos da in

A MWM, fabricante de motores e grupos geradores de energia elétrica, e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) realizaram, nesta quarta-feira (31), o seminário “Aplicação da Inteligência Artificial (IA) na Indústria de Autopeças”. No evento, foi apresentada a solução de IA e aprendizado de máquinas aplicados em máquinas de usinagem CNC (Controle Numérico por Computador) para gestão de manutenção preditiva, desenvolvida pela MWM, em parceria com Arkmeds, Technium, Siemens e dataRain.

Por meio de edital público, a ABDI selecionou e premiou quatro propostas de implementação de soluções em IA para a indústria – a MWM foi uma delas. O objetivo da Agência, com a iniciativa, é que cada vez mais as empresas conheçam as aplicações da Inteligência Artificial e de outras tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0 e possam utilizar esses benefícios em suas linhas de produção e processos.

A analista de Produtividade e Inovação da ABDI Isabela Gaya participou do evento, apresentando a jornada do Edital e como a Agência vem trabalhando para incentivar o uso das tecnologias nas empresas brasileiras. “A ABDI vem historicamente trabalhando com inovação para a indústria. Atualmente estamos focados em duas temáticas: transformação digital e adoção e difusão de tecnologias 4.0. E o nosso foco é o setor produtivo”, explicou.

Durante o seminário, a MWM detalhou a solução que está sendo desenvolvida para a indústria de autopeças. Trata-se da utilização das tecnologias de inteligência artificial e aprendizado de máquinas em todas as máquinas CNC da indústria. As informações obtidas em tempo real, que podem vir de sensores externos ou do próprio CLP (Controlador Lógico Programável), irão organizar, orientar e tornar as informações e ações eficientes para o manutentor (profissional responsável pelos serviços que envolvem a manutenção de equipamentos). A plataforma recolhe informações sobre o serviço executado e gera, automaticamente, indicadores de desempenho e relatórios.

O diretor da Unidade de Negócios de Contratos de Manufatura e de Operações e Qualidade da MWM, Michael Ketterer, destacou que a nova solução de IA potencializa desde a predição de falhas para antecipação de manutenções até para interferências benéficas (prescritivas). “A entrega de valor é muito grande nesse processo. Não apenas economia sobre custos de manutenção, mas também melhorias de processos a partir da percepção dos ganhos que o modelo traz, com redução de riscos de acidentes e maior produtividade”, afirmou.

A MWM já vive uma escalada de aprendizado e está fazendo a modelagem  de dados, de recursos e de interação do sistema, se preparando para a Inteligência Artificial, de acordo com o engenheiro de manutenção da empresa, Rogério Rodrigues. Levantamento de produtividade realizado na indústria mostrou que havia um desperdício de 65% do tempo de manutenção. “Gastávamos 12% do tempo, por exemplo, para obter ferramentas e 10% com interrupções da atividade”, afirmou. Com um Gestor de Manutenção e Realidade Aumentada, a aquisição de dados foi facilitada, o deslocamento foi reduzido, e a meta agora é atingir 68% de produtividade contra os 35% atuais.

Para saber mais, assista ao seminário aqui.

 

 

 

 

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas