ENCONTRE AQUI

ABDI e setor de infraestrutura discutem cooperação com foco em produtividade

Parceria foi definida hoje, em reunião do Comitê de Indústria da ABDIB na capital paulista

Cecília Brandim | 06/11/2019

Acordo de cooperação técnica entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB) permitirá a execução de políticas com o objetivo de aumentar a produtividade das empresas. A parceria foi definida durante reunião do Comitê de Indústria da entidade, nesta quarta-feira (6), em São Paulo, com representantes de empresas do segmento e dirigentes da associação.

No encontro, o presidente da ABDI, Igor Calvet, explicou os eixos estratégicos de atuação da agência, entre os quais a conexão entre setores público e privado, fomento à inovação e suporte ao processo de transformação digital das empresas brasileiras. "Precisamos de um trabalho ajustado para aumento de produtividade. Pequenas e médias empresas brasileiras têm um quarto de produtividade das grandes", explica. "Há muitas variáveis na produtividade e a ABDI deve atuar em favor da inovação", acrescentou.

Com a atuação conjunta entre a Agência e a ABDIB, a proposta é avançar em políticas e projetos de amplo impacto para a indústria. A cooperação deve atuar em temas como cibersegurança, tecnologia 5G e encomendas tecnológicas. "A ABDI é um porto seguro, do ponto de vista de compliance, para engate de experimentos entre público e privado", avalia André Clarck, CEO da Siemens e vice-presidente do Conselho de Administração da ABDIB.

Infraestrutura

A associação representa pouco mais de cem empresas nas áreas de energia elétrica, petróleo e gás natural, transportes, saneamento, telecomunicações e indústrias de base. Por meio de comitês temáticos, discute e formula projetos de interesse comum como os efeitos da manufatura avançada na cadeia produtiva e o acesso a novas tecnologias de produção. Por isso, a expectativa é de alinhamento com as pautas prioritárias da ABDI.

A participação da ABDI em comitê temático da Associação engloba uma série de encontros com entidades empresariais liderada pelo presidente da agência, Igor Calvet. "A indústria brasileira é muito heterogênea. É importante ouvir experiências, entender as dificuldades que cada setor tem", avalia.

Na semana passada, Calvet detalhou os planos à frente da ABDI a representantes de 20 grandes setores da indústria. Com o objetivo de aproximar as demandas das empresas do governo, acolheu proposta de criação de um conselho consultivo, formado por líderes empresariais, para apoiar a ABDI na formação de uma agenda comum pela inovação no setor produtivo.