ENCONTRE AQUI

Bairro Inteligente em Foz do Iguaçu

ABDI, Parque Tecnológico Itaipu, Itaipu Binacional e Prefeitura de Foz do Iguaçu lançam projeto inédito no Brasil. Ato será transmitido pela internet

CCOM | 28/07/2020

Luminárias inteligentes com câmeras de reconhecimento facial integradas; pontos de ônibus e semáforos inteligentes; rede de WI-FI pública e central de controle operacional, entre outras inovações. Estas são algumas das funcionalidades previstas para o bairro Vila A, o primeiro bairro inteligente do país, que será lançado nesta terça-feira (28/07), às 9h, em Foz do Iguaçu (PR).

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) destinará R$ 6 milhões para o projeto Vila A Inteligente, por meio de um convênio firmado entre a Agência e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) nos próximos três anos. A Vila A funcionará de acordo com o conceito de sandbox - um ambiente específico para testes de tecnologias inovadoras. A iniciativa conta com o apoio da Itaipu Binacional e a escolha da Vila A se deve ao fato do bairro ter ligação histórica com a hidrelétrica, uma vez que foi criado para abrigar os trabalhadores na época da construção da usina.

O convênio abrange demonstração e testes de soluções nas áreas de segurança pública, mobilidade e iluminação pública, monitorados por um aplicativo customizado que permitirá uma comunicação com os moradores locais. Os recursos contemplam a contratação da equipe para desenvolver o projeto, a aquisição de parte das soluções tecnológicas e todo o processo de empreendedorismo previsto no projeto. 
“Esta é uma inovação que permite a aplicação de soluções de cidades inteligentes em um espaço urbano real, com experimentação e validação de tecnologias para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. E de forma controlada, possibilita a geração de dados importantes para novas políticas públicas neste ou em outros municípios”, explica o presidente da ABDI, Igor Calvet.

O diretor superintendente do Parque Tecnológico Itaipu, general Eduardo Garrido, destaca que o Programa Vila A Inteligente será mais um importante instrumento para atrair novos investimentos e diversificar a economia da cidade. "Com a implementação dessa área de testes e validação das tecnologias, pretendemos trazer novas empresas e startups para o município e tornar Foz do Iguaçu um polo de inovação e empreendedorismo. Consequentemente, gerar novos empregos e renda, resultando em maior qualidade de vida para os cidadãos. É mais uma das ações que envolvem o PTI e o Programa Acelera Foz", pontua Garrido.

Tecnologias

A Vila A Inteligente contará com a instalação de luminárias inteligentes completas e com câmeras de reconhecimento facial integradas; pontos de ônibus e semáforos inteligentes; a implantação de uma Central de Controle de Operações (CCO); e o monitoramento de placas de veículos. 

O “Bairro Inteligente” também receberá startups e empresas, por meio de editais públicos, para teste e desenvolvimento de tecnologias, estimulando o empreendedorismo inovador. Essa iniciativa contará com um Comitê Gestor composto por representantes do setor público, da comunidade científica e da sociedade civil organizada.

Etapa

A primeira etapa começa em agosto, quando será instalado o Centro de Comando e Controle (CCO). Em outubro, serão instalados os primeiros semáforos inteligentes, câmeras de reconhecimento facial, iluminação pública inteligente (com telegestão e dimerizáveis).

A segunda fase está prevista para dezembro, com a instalação de pontos de ônibus inteligentes (com acessibilidade, tela de LED com horários dos ônibus, pontos de carga de celular, acessibilidade para cadeirantes). Também ficará acessível ao cidadão o APP que permite a interação com todas as tecnologias instaladas (inclusive com botão de pânico).

Serão instalados 4 pontos de ônibus; 4 cruzamentos semafóricos inteligentes; 105 luminárias inteligentes; 120 câmeras de reconhecimento facial; 5 câmeras de reconhecimento de placas; 5 pontos de Wi-Fi gratuito espalhados pelo bairro; além de 1 centro de comando e controle com videowall; e 1 software.

“Sandbox”

A Prefeitura de Foz do Iguaçu publicou no dia 25 de junho de 2020 o Decreto no 28.244, instituindo o “Programa SandBox”, que regulamenta no município a instituição de ambientes experimentais de inovação científica, tecnológica e empreendedora, sob o formato de bancos de testes regulatórios. A medida permitirá novos avanços na Vila A Inteligente. 

O termo SandBox é utilizado na área de tecnologia da informação e corresponde a um ambiente isolado, específico para testes de uma aplicação, sem impacto à outras aplicações que estejam rodando no sistema. Por isso, o conceito foi incorporado a outras áreas, como a de Cidades Inteligentes. O SandBox ou Banco de Testes Regulatórios oferece às empresas inovadoras a possibilidade de operação, em condições e prazos determinados. Após o teste, os resultados e riscos são avaliados.

Parceiros da Vila A Inteligente

•    Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) – Idealizadora e patrocinadora do Programa Vila A Inteligente;
•    Fundação Parque Tecnológico Itaipu – Idealizador com a ABDI e executor dos projetos com a ITAIPU Binacional no Programa Vila A Inteligente;
•    ITAIPU Binacional – Parceiro e patrocinador do Programa Vila A Inteligente;
•    Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu – Parceiro. 

Serviço:

A cerimônia será transmitida ao vivo pelas redes sociais – Youtube da ABDI e de Itaipu Binacional e também pelo Facebook do Parque Tecnológico Itaipu e da Prefeitura de Foz do Iguaçu. 
Acompanhe pelos canais: 
Youtube: ABDI e Itaipu Binacional

Facebook: Prefeitura de Foz do Iguaçue PTI Brasil