ENCONTRE AQUI

Cooperação e resiliência no mundo pós-pandemia

Em webinar, ABDI e Toyota debateram os desafios da indústria automobilística diante da digitalização e da retomada após a crise da Covid-19

Paula Fettermann | 10/07/2020

“Estamos vivendo a maior transformação industrial dos últimos cem anos”, disse o presidente da Toyota do Brasil, Rafael Chang, ao comentar o cenário de aceleração da economia digital e do impacto da maior crise sanitária dos últimos tempos. Chang foi o convidado da segunda edição do Webinar Call To ReAction, promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para debater os desafios do setor produtivo na retomada da economia pós crise da Covid-19. 

Mediado por André Ítalo Rocha, jornalista da Agência Estado, o webinar, realizado no dia 9 de julho, apontou que a cooperação e resiliência são fundamentais para que a indústria automobilística supere os desafios provocados pela pandemia. E a digitalização é o elo fundamental para conectar e transformar o setor.

Na visão do presidente da ABDI, Igor Calvet, as mudanças provocadas pelo coronavírus mostram a digitalização da cadeia produtiva a chave importante para os planos de retomada da produção. “A digitalização é um meio eficiente para conectar elos da cadeia produtiva, escalar projetos e diminuir custos, e foi acelerada pela crise sanitária atual. A pandemia provocou mudanças drásticas nas cadeias de fornecimento. Teremos certamente antecipação de recursos para a economia digital no mundo”, disse.

De acordo com Rafael Chang transformação digital é uma tendência que se reforça e não tem volta. “As formas de relacionamento com o cliente estão mudando. Nossos vendedores estão se acostumando a fazer prospecção dos clientes por canais digitais. Além disso, dentro da empresa estamos desburocratizando processos e os nossos engenheiros têm se capacitado com os engenheiros do Japão por meio da conectividade”, avaliou.

Resiliência

Momentos de crise são propícios para o surgimento de inovações, mas também testam a adaptabilidade das empresas. Para Igor Calvet, o momento de imprevisibilidade exige que os empreendimentos sejam resilientes e fortaleçam a entrada na era digital. “As empresas que estão sobrevivendo estão se adaptando a esse novo contexto de instabilidade e imprevisibilidade, e aprendendo a reagir rápido com os modelos novos de pensamento”, avaliou.

Na visão de Rafael Chang, essa resiliência se dá também por meio do entendimento de novos conceitos que aparecem. De acordo com o presidente da Toyota do Brasil, estão surgindo novos modelos de parceria e concorrência e é preciso se adaptar. “As mudanças que estão acontecendo no mundo nos incentivam a buscar parcerias com outros setores, como o de tecnologia, por exemplo”, explicou. Para Chang, uma montadora não tem capacidade de desenvolver a tecnologia demandada com os próprios recursos. “A Toyota trabalha com outras montadoras para desenvolver tecnologia para carro autônomos”, exemplificou.

Assista ao vídeo na íntegra:

 

Confira aqui a cobertura da primeira edição do Call To Reaction.