ENCONTRE AQUI

De olho nas ações de transformação digital do Nordeste

ABDI apresenta seus projetos em reunião com Federação das Indústrias do Estado do Ceará

Paula Fettermann | 10/07/2020

Em um movimento para expandir as ações de transformação digital e estímulo à adoção e difusão de novas tecnologias para a região Nordeste, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) participou, nesta sexta-feira (10/7), de reunião virtual do Conselho de Inovação e Tecnologia (COINTEC) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). 

Com apoio da assessora da ABDI, Andrea Macera, e da Gerente da Unidade de Transformação Digital, Adryelle Pedrosa, o presidente da ABDI, Igor Calvet, apresentou a missão e os projetos da Agência, com ênfase no edital do programa Digital BR, voltado para a região Nordeste, lançado no último dia 25. 

“Com esse projeto, nós queremos propagar e escalar soluções que ajudem os empreendedores a buscarem a maturidade digital das empresas no Ceará e no Nordeste. Temos que ver quais as parcerias possíveis e assim fomentar a digitalização na região”, disse.

O Programa Digital BR tem como objetivo selecionar projetos na região Nordeste voltados à transformação digital do setor produtivo, com foco em micro, pequenas e médias empresas, estruturados em redes e ecossistemas de inovação. Poderão participar arranjos compostos por, pelo menos, três instituições diferentes com competência para atuar na implementação do projeto. O edital fica aberto até o dia 10 de agosto. 

O Presidente do COINTEC, Sampaio Filho, destacou o interesse do conselho na parceria com a Agência. “Estamos ansiosos pela parceria com a ABDI. Vamos trabalhar em conjunto no estado do Ceará e unir forças para otimizar recursos e esforços”, afirmou.

SEDET e FIEC

O Secretário-executivo de Comércio, Serviços e Inovação da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Júlio Cavalcante apresentou o projeto Clusters Econômicos de Inovação. “O foco do projeto é gerar melhores oportunidades de emprego e empreendedorismo através de inovações nos setores econômicos de maior potencial por região", explicou. De acordo com o secretário o programa vai levantar os problemas prioritários e desafios de cada região e trazer uma solução inovadora.

Na visão de Raphael Campos, assessor Especial da Diretoria de Inovação e Tecnologia da FIEC, fomentar a cultura de inovação ao integrar ações, transformar produtos e processos fortalecendo a capacidade de prover soluções para o setor industrial é prioridade para o estado. “Além disso, o Programa de Inovação Industrial do Sistema FIEC, tem como objetivo, promover a inovação de processos, produtos e modelos de negócios na indústria cearense, a partir da oferta de soluções integradas do sesis, senai e do iel, e por meio da realização de ações de fortalecimento de empresas de base tecnológica em parceria com ICTs”, completou.

O evento virtual reuniu representantes do IEL, SEBRAE-CE, FINEP-CE, SEDET entre outras Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), entidades e empresas públicas e privadas do estado do Ceará. Dividido em blocos, o evento discutiu o programa “Clusters Econômicos de Inovação” da SEDET, as ações de fomento à inovação e de desenvolvimento de negócios do SEBRAE-CE e a agenda do Programa de Inovação Industrial do Sistema FIEC, voltado para o fortalecimento do ambiente de negócios e das práticas de inovação no setor industrial.

ABDI no Nordeste

A ABDI já vem atuando na região.  Em fevereiro foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica (ACT), entre a ABDI e a prefeitura de Petrolina (PE) que permite a montagem de um Living Lab urbano no município.

O Hub de demonstração de tecnologias de Cidades Inteligentes será o primeiro da região. A cidade pernambucana foi escolhida por fazer parte da Rota de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) do MDR.