ENCONTRE AQUI

Inteligência artificial para mapear UTIs disponíveis e ventiladores

ABDI e Abin desenvolvem plataforma para dar ao governo maior eficiência na gestão do atendimento a pacientes de coronavírus

Fernanda Melazo | 09/04/2020

A partir desta semana, o Ministério da Saúde contará com apoio de uma plataforma que vai mapear as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) disponíveis no país para pacientes contaminados com o coronavírus, além de identificar a localização exata dos cerca de 65 mil ventiladores pulmonares existentes hoje no sistema de saúde público e privado.

Com a perspectiva de aumento da demanda por UTIs e ventiladores em função do aumento de casos da Covid-19 no Brasil, a  Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) desenvolveram uma plataforma de B.I (Business Intelligence) com Inteligência Artificial para mapear leitos de UTI disponíveis e os ventiladores em uso. Os painéis executivos também conseguem dados de quais equipamentos precisam de manutenção.

“O objetivo é dar mais agilidade à manutenção, reparo e realocação desses equipamentos entre hospitais de todo o país, de acordo com a necessidade e número de contaminados pelo vírus”, afirma o presidente da ABDI, Igor Calvet.

Segundo o assessor especial da Agência, Tiago Faierstein, que participa do desenvolvimento da plataforma, a ferramenta será útil inclusive na hora em que o governo tiver que decidir para onde enviar os novos ventiladores encomendados e fabricados para fazer frente à demanda. “Vamos saber onde haverá maior procura pelos equipamentos”, disse.

Segundo o cientista de dados da ABDI que elaborou o sistema, Michel Ângelo Constantino, a vantagem da plataforma é prover o governo das “informações necessárias para tomar decisões rápidas e fazer a gestão equilibrada tanto das UTIs quando do uso dos ventiladores”, afirmou. A plataforma será atualizada diariamente pela ABDI e Abin, e a gestão ficará por conta do Ministério da Saúde.