Projetos selecionados do edital Digital BR ainda estão com inscrições abertas

Projetos selecionados do edital Digital BR ainda estão com inscrições abertas

Na fase de escala, 950 micro e pequenas empresas serão atendidas com os programas de transformação digital

Ainda estão abertas as inscrições para micro e pequenas empresas participarem da fase de escala dos projetos selecionados pelo primeiro edital Digital.BR, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Os projetos – Transforma RN, no Rio Grande do Norte; Digital PE, em Pernambuco; e Rede Hub Conquista, na Bahia – fizeram parte da fase piloto do programa, junto com outros cinco projetos. Os três escolhidos alcançaram 52% de aumento médio de produtividade e 20% de aumento médio de maturidade digital, medida por meio da metodologia do Índice Cesar.

Para a gerente da Unidade de Transformação Digital da ABDI, Adryelle Pedrosa, os três projetos selecionados puderam, na fase piloto, testar e ajustar suas metodologias e intervenções junto às empresas beneficiárias. “Agora, na escala, essas soluções estão aprimoradas e prontas para serem replicadas e levadas para mais empresas. A contribuição da ABDI nesse processo vai muito além do apoio financeiro, passando, sobretudo, por um apoio técnico aos projetos”, explicou.

O Transforma RN, projeto que ficou em primeiro lugar no edital, pretende atender 500 empresas dos setores de alimentos, bebidas e moda. Na etapa anterior, o piloto atendeu 51 pequenos negócios, em um modelo de jornada personalizado. O processo de inscrição para a fase de escala continua em andamento, e há cerca de 250 vagas disponíveis para participar do projeto.

Uma das empresas atendidas pelo Transforma RN é o Kalaz Restaurante, em Natal (RN), que já foi considerado o melhor self-service do Rio Grande do Norte, em concurso realizado pela Associação Brasileira de Restaurantes (ABRASEL) em 2017. Com a pandemia da Covid, a empresa precisou se reformular, mudando o processo de comercialização e sua estrutura de marketing com a adoção de ferramentas digitais. 

Também na fase de escala, o projeto Digital PE ainda tem cerca de 80 vagas para pequenas e médias empresas no segmento industrial e de serviços, na região metropolitana do Recife, Agreste e Sertão do São Francisco, em Pernambuco. O Digital PE é um programa de inovação aberta para habilitação digital dos participantes, por meio de match com soluções digitais.

Na fase piloto, o projeto atendeu 30 indústrias com temas pré-estabelecidos (entre os eixos de marketing, produção, logística, entre outros). Na etapa atual, as empresas podem escolher o eixo, ou eixos, em que precisam trabalhar sua transformação digital.

A Rishon Cosméticos é uma das empresas que está na etapa de escala do Digital PE. Atualmente exportando para os EUA, Inglaterra, Polônia e Itália, promove a fabricação de cosméticos com marca própria, e seu objetivo com a participação no projeto é aprimorar o processo de gestão de dados e abrir as possibilidades de prospectar um número maior de clientes.

O Hub Conquista, um dos três projetos selecionados, está prestando atendimento a 315 empresas de oito municípios baianos. Na etapa piloto, foram atendidas 100 empresas, que alcançaram a marca de 85% de aumento da produtividade das empresas e 16 pontos a mais em maturidade digital.

O Centro de Estética Lila Barreto está participando do projeto, que tem duração de cinco meses, para melhorar o processo de gestão e fortalecer seu projeto de marketing digital. De acordo com a proprietária Eliana Barreto, já é nítida a transformação que o Hub Conquista está provendo em sua empresa. 

“Percebi a necessidade de reposicionar minha marca aqui em Vitória da Conquista e os consultores são cirúrgicos no atendimento. Tem sido um grande desafio para mim porque não conheço muito de tecnologia, mas sei que ela é a chave para abrir a porta de possibilidades que certamente vão nos levar à excelência no atendimento”, disse.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas