Relatório de Sondagem sobre Transformação Digital nas empresas brasileiras indica desafios de cada setor

Relatório de Sondagem sobre Transformação Digital nas empresas brasileiras indica desafios de cada setor

Resultados mostram redução no indicador de investimentos voltados à digitalização no intervalo entre o segundo e o terceiro trimestres de 2023

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgou o resultado da pesquisa do 3º trimestre de 2023 sobre Transformação Digital nas empresas brasileiras. Foram utilizados dados de julho a setembro deste ano.

A Sondagem, dividida em quatro setores (comércio, construção, indústria de transformação e serviços), aponta uma redução no indicador de investimentos voltados à digitalização das empresas no intervalo entre o 2º e o 3º trimestres de 2023. Nesse período, o índice que monitora tais investimentos apresentou um recuo de 1,9 ponto, passando para 118,8 pontos ao final do trimestre. Na comparação anual, esse recuo foi mais forte, de 6,6 pontos.

Já o indicador de investimentos previstos em digitalização atingiu 118,9 pontos no 3º trimestre de 2023, uma queda de 0,7 ponto em relação ao 2º trimestre. Analisando anualmente, entre 2022 e 2023, houve uma queda mais significativa, de 5,9 pontos no trimestre de referência.

“O movimento negativo no índice de investimentos em digitalização foi majoritariamente influenciado pelo comportamento do setor industrial. Esse setor, crucial para a economia brasileira, demonstrou uma forte queda de 8,6 pontos, indo para 117,7 no trimestre”, comenta Raphael Ribeiro, analista de Produtividade e Inovação da ABDI.

Porém, em sentido oposto, os demais setores da economia demonstraram avanços. A Construção apresentou uma ascensão robusta de 4,8 pontos, chegando a 111,6 pontos. Já o setor de Serviços avançou 1,7 ponto, atingindo 120,2 pontos no trimestre, similarmente ao setor de Comércio, que teve um incremento de 1,1 ponto, para os mesmos 120,2 pontos.

“Esses avanços nos setores mencionados podem ser creditados a uma conjuntura econômica mais favorável no Brasil, especialmente considerando indicadores como inflação, desemprego e projeções de juros”, aponta Raphael Ribeiro. “No entanto, é importante contextualizar que, apesar desses avanços setoriais, o panorama geral ainda é marcado por desafios consideráveis. As empresas e famílias enfrentam obstáculos como altos níveis de endividamento e inadimplência”, complementa.

Micro e Pequenas Empresas

Em relação às Micro e Pequenas Empresas, o cenário habitualmente demonstra índices mais baixos se comparados ao índice geral. No segmento Empresarial MPE, os investimentos em digitalização alcançaram 110,9 pontos no 3º trimestre de 2023. Embora isso represente uma retração marginal de 0,1 ponto em comparação ao 2º trimestre do mesmo ano, o dado mais impactante é a queda de 6,0 pontos quando contrastado com o 3º trimestre de 2022.

Por outro lado, nos investimentos previstos em digitalização para as MPEs, que atingiram o nível de 109,4 no 3º trimestre de 2023, houve um incremento de 0,6 ponto em comparação ao trimestre anterior. Analisando a variação anual, houve redução de 6,5 pontos.

No indicador de investimentos realizados, o destaque positivo no último trimestre vem do setor de Comércio, que impulsionou o índice com um crescimento de 3,1 pontos, e alta de 1,2 ponto na variação anual. Esse setor se apresenta como uma das áreas mais resilientes e adaptáveis ao cenário digital atual.

Já o setor de Serviços mostrou-se preocupante, com uma retração mensal de 0,8 ponto. A situação se agrava quando olhada a variação anual: o setor diminuiu em 10,1 pontos, sinalizando desafios persistentes na jornada de digitalização ao longo do último ano.

A Indústria, por sua vez, não ficou atrás em termos de desafios, com uma queda de 1,4 ponto no último trimestre e uma retração de 6,8 pontos na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. Por fim, o setor de Construção apresentou uma leve retração mensal de 0,9 ponto. Em um panorama anual, esse setor permaneceu quase estático, com uma leve queda de 0,2 ponto.

Intenções de investimento para o próximo trimestre

A pesquisa divulga ainda as perspectivas de investimento das empresas brasileiras em transformação digital para os últimos três meses de 2023, de acordo com cada setor analisado. No segmento Empresarial, por exemplo, continua-se a observar que a maioria das empresas demonstra uma tendência a manter seus investimentos em digitalização estáveis ao longo dos trimestres, representando um pouco mais da metade das empresas em cada período analisado.

Além disso, uma parcela considerável de empresas planeja aumentar seus investimentos na área. No trimestre de referência, 21,5% das empresas relataram a intenção de aumentar seus investimentos nos próximos três meses, um ligeiro recuo com relação ao trimestre anterior. Esses valores variaram entre 19,8% e 25,5% desde o início da pesquisa. Por outro lado, constatou-se uma porcentagem relativamente baixa de empresas indicando uma diminuição em seus investimentos, isto é, 2,6% no 3º trimestre de 2023, com variação entre 0,7% e 2,6% ao longo da série histórica.

Já no segmento Empresarial de MPEs foram observadas características um pouco diferentes. Embora grande parte das empresas também planejem manter seus investimentos em digitalização estáveis, o número é um pouco menor em comparação ao setor Empresarial, variando entre 44,2% e 51,6%, com um percentual de 49,1% no 3º trimestre de 2023.

Além disso, as empresas que têm intenção de aumentar seus investimentos em digitalização representam uma porcentagem relativamente menor, variando entre 11,8% e 17,0%, com registro de 13,4% no trimestre de referência, um aumento em relação ao trimestre passado. Por outro lado, constatou-se uma porcentagem considerável de empresas que não pretendem realizar investimentos em digitalização, variando entre 33,7% e 61,4%, com um registro de 36,0% na leitura atual.

Os resultados indicam que, de forma geral, o setor Empresarial apresenta uma proporção maior de empresas focadas em manter ou aumentar seus investimentos em digitalização. Já o setor Empresarial MPE enfrenta desafios, com uma parcela significativa de empresas que não planejam investir ou têm intenção de diminuir seus investimentos nessa área. “Essas diferenças podem ser atribuídas a fatores como capacidade financeira, recursos disponíveis e estratégias de negócio adotadas por cada segmento”, aponta o analista da ABDI.

Ainda no 3º trimestre de 2023, a tendência de investimento em digitalização por parte das MPEs continuou a mostrar uma trajetória ascendente em diversos setores. No entanto, a magnitude dessa progressão variou consideravelmente entre eles. O destaque foi o segmento Indústria MPE, que não só registrou o maior crescimento, mas também demonstrou uma postura mais agressiva em relação à intenção de digitalização, com uma variação positiva de 4,3 pontos. O segmento alcançou um valor de 111,5 pontos no indicador de investimentos em digitalização previstos.

O Comércio MPE também evidenciou uma evolução notável, crescendo 3,1 pontos e atingindo 117,5 no indicador. “Isso sugere que os pequenos comerciantes estão reconhecendo cada vez mais a importância da presença digital para alcançar seus clientes, especialmente em um cenário pós-pandêmico, onde o comércio eletrônico e as soluções digitais tornaram-se indispensáveis”, analisa Raphael Ribeiro.

O indicador para Serviços MPE, tradicionalmente mais alinhado às tendências digitais, apresentou um incremento de 2,2, marcando 110,7 pontos. “Esse aumento, embora modesto, é um sinal de que o setor ainda pretende continuar investindo em ferramentas digitais para otimizar seus serviços e atender às crescentes expectativas dos clientes”, finaliza.

Por fim, o indicador da Construção MPE exibiu uma elevação de 2,1 pontos, chegando a um total de 103,1. Ainda que a Construção possa parecer um setor menos associado à digitalização, a realidade é que as inovações tecnológicas estão encontrando seu caminho nesse campo, desde a modelagem de informações de construção (BIM) até a automação no local de trabalho.

Clique aqui e confira todos os resultados do 3º trimestre de 2023.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas