Ricardo Cappelli é o novo presidente da ABDI

Ricardo Cappelli é o novo presidente da ABDI

O convite foi feito pelo vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin

Ricardo Cappelli é o novo presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), após aceitar o convite feito pelo vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin. Jornalista e especialista em administração pública, Cappelli acumula 24 anos de experiência nos três níveis de governo.

“Eu me sinto muito honrado e feliz com o convite que recebi para um desafio imenso do país. O que ajuda a estabilizar a democracia brasileira é o desenvolvimento, é fazer o Brasil voltar a crescer, a se desenvolver, a gerar empregos e empregos industriais. Esse é um grande desafio. Recebi e aceitei esse convite com muita alegria”, disse Ricardo Cappelli. “Já estou trabalhando para recolocar o Brasil no caminho do desenvolvimento com justiça social”, completou.

Ao apresentar o nome do novo presidente da ABDI, Alckmin o definiu como uma conquista importante para o time. “É um gestor com vasta experiência na administração pública e está conosco desde o início do governo. Fez um excelente trabalho no Ministério da Justiça e agora chega para trazer todo o seu conhecimento, espírito público e sua capacidade para nos ajudar a desenvolver a Nova Política Industrial”, afirmou o ministro do MDIC.

Alckmin também agradeceu a dedicação e o trabalho de Cecília Vergara, presidente interina da Agência, desde setembro de 2023.

Perfil

Nascido no Rio de Janeiro, Ricardo Garcia Cappelli é formado em jornalismo e pós-graduado em administração pública pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com 24 anos de experiência em cargos públicos nos três níveis de governo, assume a presidência da ABDI em 2024 após atuar como secretário executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Em virtude dos ataques do dia 8 de janeiro de 2023, Cappelli foi nomeado interventor federal na Segurança Pública do Distrito Federal pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo ano, foi secretário executivo e ministro interino do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Entre 2015 e 2021, Ricardo Cappelli foi secretário-chefe da Representação Institucional do Governo do Maranhão em Brasília. Em seguida, assumiu o posto de secretário de Estado de Comunicação Social, até 2022.

Acumula ainda a experiência do Ministério do Esporte, onde foi secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social entre 2013 e 2015, além de membro do Conselho Nacional do Esporte. De 2009 a 2013, foi diretor de Incentivo e Fomento e presidente da Comissão Técnica da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. A primeira passagem pela pasta foi de 2003 a 2005, como diretor de Esporte Universitário.

Representou o governo brasileiro como chefe de missão na reunião de ministros de Estado do Esporte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa em Luanda, em 2014; na Conferência Mundial de Ministros e Altas Autoridades do Esporte e da Educação Física da Unesco em Berlim, em 2013; e na reunião da Federação Internacional de Esporte Universitário em Bruxelas, em 2013. Foi também chefe da delegação brasileira nos Jogos Mundiais Escolares de Sucre, em 2005, e nos Jogos Mundiais Universitários de Daegu, em 2003.

De 2009 a 2011, foi membro do Comitê de Patrocínios da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Já de 2005 a 2008, atuou como secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura de Nova Iguaçu, responsável pelas áreas de Assistência Social, Indústria e Comércio, Trabalho, Ciência e Tecnologia, Agricultura e Terceira Idade.

No Governo do Rio de Janeiro, foi coordenador especial de Políticas Públicas para Juventude, entre 2000 e 2002. Ricardo Cappelli tem ainda no currículo a presidência da União Nacional dos Estudantes (UNE), de 1997 a 1999.

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas