Smart Factory: resultados da terceira chamada

Iniciativa do SENAI, em parceria com o MDIC, ABDI e BNDES, destinará R$ 7 milhões para soluções digitais em micro, pequenas e médias empresas industriais

O Serviço Nacional De Aprendizagem Industrial (SENAI) anunciou, nesta sexta-feira (29), o resultado da terceira Chamada Smart Factory, que selecionou projetos de digitalização e conectividade de 15 empresas provedoras de tecnologias 4.0. O objetivo é aumentar a produtividade e melhorar processos industriais de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs).

Essa é a terceira chamada Smart Factory, realizada pelo SENAI, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Cada projeto selecionado poderá contar com até R$ 800 mil.

O Smart Factory apoia o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias que vão acelerar a adoção de tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0. O valor total é de R$ 28 milhões, distribuídos em quatro chamadas de R$ 7 milhões. A quarta, e última chamada, deve, inclusive, acontecer ainda em 2023.

O diretor geral do SENAI, Rafael Lucchesi, destacou que a chamada é uma oportunidade para as empresas brasileiras se desenvolverem tecnologicamente. “A busca por soluções tecnológicas da indústria 4.0 pode gerar uma cadeia de valor industrial inteligente e integrada, o que é fundamental para o desenvolvimento sustentável do país”, disse.

O Smart Factory integra o Brasil Mais Produtivo, coordenado pelo governo federal e realizado pela ABDI, Sebrae e SENAI. O programa promove o aumento da produtividade e a redução de custos de MPMEs por meio da capacitação e serviços de consultoria, com ferramentas de baixo custo e alto impacto.

De acordo com a gerente de Transformação Digital da ABDI, Adryelle Pedrosa, os projetos selecionados devem apresentar soluções não só para aumentar a produtividade, mas também para melhorar o processo produtivo das MPMEs de diversos setores da indústria. “São projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&DI), que unem capacidades e recursos de empresas e startups de tecnologia na entrega de soluções inovadoras, e que serão validadas no próprio ambiente das empresas”.

Conceito de fábricas inteligentes

O conceito de Smart factory (fábrica inteligente) refere-se à aplicação das mais recentes técnicas de automação, digitalização, gestão de dados e conectividade que impactem na eficiência operacional das empresas, respondendo às necessidades rapidamente e corrigindo desvios de processos para evitar paralisações técnicas.

O Smart Factory começou a apoiar o setor industrial em 2022. Desde então, 31 projetos foram selecionados em duas chamadas. Nesta terceira chamada, os 15 projetos aprovados terão 12 meses entre desenvolvimento e teste no ambiente real para validar tecnologias.

Multimídia

MetaIndústria