Soluções voltadas para o futuro marcam parceria ABDI e PqTec para SP

Soluções voltadas para o futuro marcam parceria ABDI e PqTec para SP

Projetos impulsionarão a reputação inovadora, tecnológica e sustentável da maior cidade do Vale do Paraíba

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Parque Tecnológico São José dos Campos (PqTec) lançaram hoje (3/7) dois projetos que ampliarão a reputação da maior cidade do Vale do Paraíba em inovação, tecnologia e sustentabilidade: o Projeto Conecta 5G e o Programa Circularidade. Na abertura do evento, o presidente da ABDI, Igor Calvet, ressaltou a longevidade da parceria da Agência com o PqTec e destacou que nos últimos dois anos essa relação foi fortalecida. “Esses dois projetos associam duas grandes tendências mundiais: tecnologia e sustentabilidade. É a pauta ESG na execução das ações da ABDI”, reforçou Calvet, que lembrou ainda que sem a sustentabilidade não tem aumento de produtividade.

O Conecta 5G foi apresentado ao público presente pela analista de Produtividade e Inovação da ABDI, Vandete Mendonça. O projeto leva luminárias inteligentes, com antenas 5G integradas, para os espaços públicos de municípios brasileiros. Por meio dele, a ABDI e o PqTec abrem o caminho para a instalação da infraestrutura necessária para a quinta geração móvel de internet – e pode gerar às prefeituras receitas acessórias para seus municípios, além de novos modelos de negócios que contribuam para o desenvolvimento regional.

O projeto foi pensado para que o setor produtivo e as cidades inteligentes utilizem o 5G. No contexto dos municípios, a ABDI desenvolveu, em parceria com a Juganu e a Nokia, uma luminária inteligente que, além das tecnologias embarcadas como softwares e câmeras de monitoramento, têm também uma antena 5G acoplada, permitindo que comerciantes e cidadãos tenham acesso à tecnologia 5G na área de alcance dessa antena.

Graças ao Conecta 5G, São José dos Campos passa a contar com 12 luminárias, tornando-se a nona cidade brasileira a receber a tecnologia. Todas foram instaladas na Rua Coronel José Monteiro, no centro da cidade.

Gestão focada no futuro
O Programa Circularidade tem por objetivo incentivar a adoção de práticas sustentáveis de produção e utilização de modelos de Gestão ESG em empresas. Em parceria com a Embraer, a ABDI e o PqTec conduzirão consultorias nas companhias que compõem a cadeia de suprimentos aeroespacial do Vale do Paraíba, agregando valor às matérias-primas, peças e resíduos gerados na linha de produção, propondo novos modelos de negócios.

Além disso, as entidades atuarão junto à prefeitura na implementação de um modelo de gestão de resíduos sólidos urbanos para São José dos Campos, com o intuito de reduzir a utilização de aterros sanitários e, assim, garantir a valorização dos materiais passíveis de reciclagem e reaproveitamento.

Durante a apresentação do Programa, o gerente da Unidade de Fomento às Estratégias ASG da ABDI, Rogério Araújo, explicou que o desenvolvimento tecnológico e produtivo precisa pensar na sustentabilidade. “Então é hora de pensarmos em reuso de recursos, insumos, nesses dois processos e no uso de práticas sustentáveis nas empresas do setor aeroespacial”, justificou.

Em outra frente, o programa também tem um braço em parceria com a prefeitura, que prevê a gestão de resíduos sólidos urbanos, com viés em quatro pilares: ambiental, econômico, de governança e social. “Em São José dos Campos, os objetivos são a redução dos volumes enviados ao aterro sanitário, a melhoria da gestão municipal de resíduos sólidos e o engajamento da população nessa pauta”, pontuou Rogério.

A cerimônia de lançamento dos projetos contou ainda com a presença do diretor geral do Parque Tecnológico São José dos Campos, Jeferson Cheriegate, do CEO da unidade brasileira da Juganu, Bruno Gemus, do diretor de Vendas e Marketing da Ligga Telecom, Ricardo Montanher, e do gerente de contas para o mercado público, Aguinaldo Sousa, do gerente da Embraer, Gustavo Emma, do secretário de Inovação de Desenvolvimento Econômico de São José dos Campos, Alberto Marques Mano Filho e do diretor de Novos Negócios do Parque Tecnológico São José dos Campos, Marcelo Nunes. 

 

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas