Workshop exibe projetos desenvolvidos em programa de capacitação em IA

Workshop exibe projetos desenvolvidos em programa de capacitação em IA

Encontro virtual realizado pela ABDI e pelo Instituto de Inteligência Artificial Aplicada apresentou resultados de qualificação sobre o tema

Um workshop realizado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) em parceria com o Instituto de Inteligência Artificial Aplicada (I2A2) divulgou, na noite desta segunda-feira (8/5), nove iniciativas que chegaram à última fase do programa de capacitação e mentoria em Inteligência Artificial (IA) promovido pela Agência e pelo Instituto. Lançado em fevereiro de 2022 com o objetivo de criar multiplicadores de conhecimento sobre o assunto, o programa propõe a seus alunos a tarefa de aplicar o conhecimento obtido sobre IA em situações reais das empresas.   

Denominado “IA na Prática: Apresentação de projetos de IA”, o encontro virtual teve em sua abertura a participação do gerente da Unidade de Difusão de Tecnologias da ABDI, Bruno Jorge, que destacou a importância do tema para a Agência. “A ABDI tem como missão acelerar a questão da transformação digital e a inteligência artificial é o ápice desse processo”.  

O gerente da Agência salientou a relevância do programa de capacitação e celebrou os avanços dos participantes do workshop, integrantes da primeira turma do programa. Anunciou, também, a ampliação da parceria sobre o tema. “A ABDI está de portas abertas para o desenvolvimento desses projetos, estamos aprofundando nossa parceria com o I2A2 para que essa questão da IA, a capacitação de profissionais e das empresas, continue e acelere o processo de competividade da indústria no Brasil”, disse.   

Sobre as iniciativas que não avançaram no programa, Bruno Jorge foi igualmente positivo ao celebrar os resultados de cada uma. “Mesmo nos TRLs mais baixos, a aplicação, a competência, foram criadas”, destacou, referindo-se a Technology Readiness Level, régua que indica o nível de desenvolvimento e maturidade de tecnologias.         

Diversidade
O workshop teve em sua sequência a apresentação dos projetos, cujos enfoques trataram de processos tão diversos quanto o manejo de óleo hidráulico e a produção de cartões com microchips. O primeiro a apresentar reflexões sobre a aplicação de IA no mercado, financiado pela ABDI e denominado Algoritmo Genético & Produção, foi aplicado em uma empresa do setor de usinagem, com o objetivo de redução de custo e estoque.      

Também integraram a lista do evento projetos sobre a aplicação de IA na área de recrutamento e seleção em Recursos Humanos; na análise preditiva de motores elétricos para monitoramento de efeitos como vibração e temperatura; no planejamento logístico para redução de estoque de segurança; na predição de vazamento de óleo hidráulico em ambiente industrial; na produção de cartões com microchips, como os utilizados por bancos e fintechs; na previsão e impacto em armazenagem; na previsão de vida útil de snorkels (componentes do processo de refino do aço a vácuo, para desgaseificá-lo); e no controle de processos industriais.      

Com duração de um ano e previsão de quatro turmas – a segunda delas, recém-iniciada –, o programa da ABDI e do I2A2 é dividido em seis meses de treinamento e seis meses de mentoria. “Todos esses trabalhos, com certeza, aumentaram de alguma forma a maturidade das empresas em relação a dados”, afirmou, em incentivo aos participantes, o diretor do I2A2, Celso de Azevedo. “Demos apenas o primeiro passo”.         
         

 

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas