Bairro Sandbox já é uma realidade em Foz

Bairro Sandbox já é uma realidade em Foz

Moradores do bairro Vila A, em Foz do Iguaçu, já podem contar com soluções tecnológicas selecionadas por meio do edital Smart Vitrine para e

Sabe aquele momento em que você está na rua, acabou sua bateria e você precisa urgentemente carregar o celular?  Ou quando você sai para passear com seu pet e esquece de levar água para você e para ele? Os moradores do bairro Vila A de Foz do Iguaçu já podem contar com soluções tecnológicas para problemas como esses, do dia a dia. São as novas tecnologias do programa Vila A Inteligente que já estão funcionando. Uma iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI); Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), Itaipu Binacional, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, com parceria do Inmetro e da Copel.

O Vila A inteligente é voltado para o desenvolver e fortalecer a importância da temática Smartcities e, através do Smart Vitrine, permite experimentação, validação e aprimoramento de soluções em ambiente real (sandbox), onde as empresas interessadas tem a oportunidade de demonstrar suas tecnologias por um período determinado.

As novas soluções, já oficialmente inauguradas, oferecem à população estações de hidratação com água quente e fria; totens inteligentes que oferecem internet wireless, carregamentos de celular, entre outros; equipamento que facilita a coleta do óleo de cozinha usada pela população e gera benefícios no mercado local; e equipamento de medição e monitoramento da energia em residências e comércios. Estas são as soluções instaladas no Bairro Itaipu A, após aprovação em edital.

“Muito mais do que um ambiente de testes e validação para novas tecnologias, o Programa Vila A inteligente tem impacto direto na qualidade de vida do cidadão. Além disso, para as empresas, o Smart Vitrine permite testar e validar soluções inteligentes de Smart Cities, modelos de negócio e acesso a mercados”, declarou Igor Calvet, presidente da ABDI.

Com a instalação das tecnologias, é possível fomentar o empreendedorismo, a inovação e a geração de empregos. A afirmação é do diretor superintendente do Parque Tecnológico, general Eduardo Garrido. “Um dos desafios do Programa Vila A Inteligente é dinamizar e diversificar a economia de Foz do Iguaçu, além de trazer qualidade de vida e bem-estar à população, e com a instalação das tecnologias propostas pelas empresas, damos mais um passo no sentido de tornar a nossa cidade uma referência nacional ao se falar sobre cidades inteligentes”, comenta.

Para o secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, buscar soluções tecnológicas e inovadoras vai ao encontro do projeto municipal de incluir Foz do Iguaçu na rota de Destinos Turísticos Inteligentes. “É melhoria de vida da população e consequentemente do turista que passa por aqui”.

O Programa Vila A inteligente, por meio do seu mecanismo Smart Vitrine, é uma janela para o Brasil e o mundo na temática de Smart Cities. Os benefícios pensados para as proponentes incluem aprimoramento tecnológico, desenvolvimento de novos modelos de negócio, acesso a mercados, contato com especialistas, publicidade e posicionamento em um espaço especializado em cidades inteligentes e, ainda, atrelado a um grande Hub de inovação, o Hub Iguassu.

Todas as empresas que se candidataram, passaram pelo processo de avaliação pela comissão técnica do Programa, e aprovação do Comitê Gestor do Vila A Inteligente, composto pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, Parque Tecnológico Itaipu, Associação Comercial e Empresarial de Foz, Associação de Moradores da Vila A e Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Para participar do próximo ciclo de chamadas no Smart Vitrine, acesse: hubiguassu.pti.org.br.

As novas tecnologias foram instaladas em cinco pontos do Bairro Vila A, confira: 
1.    Óleo Ponto – Av. Sasdelli (Dentro do Mercado Líder); 
2.    Bohnen + Messtek – Av. Anhembi (Dentro do Restaurante Barracão); 
3.    Icehot  – 1º Bebedouro: Av. Araucária (Pista de caminhada da Vila A, entre o estacionamento e a academia da terceira idade); 2º Bebedouro: Av. Sasdelli (Gramadão, próximo a fonte de água); 
4.    Topa: 1º totem: Av. Paraná (em frente ao Anglo Americano, do lado do pondo de ônibus sentido centro); 2º totem: Av. Paraná (em frente ao Anglo Americano, do lado do pondo de ônibus sentido bairro); 3º Totem: Av. Sasdelli (sentido Av. Garibaldi, próximo ao Mercado Líder e antes da sede da Unila); 
5.    Automa – solução em ambiente virtual, a qual abrange todo o Bairro, através de imagens capturadas por drone.

Sobre as startups participantes

Topa Facto – A empresa vem para facilitar o cotidiano da população. Sabe aquele momento em que você está na rua, acabou sua bateria e você precisa urgentemente carregar o celular? A empresa oferece totens inteligentes que disponibilizam à população: acesso à internet, carregamento de celular, câmera de monitoramento, horário de ônibus, temperatura, cartão braile e sistema de áudio para PCDs.  
Icehot – A startup oferece conforto e bem-estar por meio de estações de hidratação com água quente e fria disponíveis à população, além de contar com bebedouros para pets. Essa é a hora de passear com seu animalzinho, fazer uma caminhada ou tomar um tererê sem se preocupar com a água.   
Óleo Ponto Tecnologia e Sustentabilidade – Com seus equipamentos inteligentes, vem para gerar benefícios à população. Funciona da seguinte forma: a máquina faz a coleta do óleo de cozinha usado, evitando o descarte incorreto no meio ambiente e bonificando os usuários através de um sistema de pontuação.  
Bohnen+Messtek – Para saber exatamente quanto você está gastando e principalmente como têm sido este gasto, a empresa vem com uma solução que mede e monitora o uso da energia elétrica em residências e comércios, permitindo, por meio de aplicativo, verificar a quantidade e qualidade do consumo de eletricidade.  
Automa Vision – Se falássemos em viver uma vida paralela, em tempo real, sem sair de casa, há alguns anos atrás, a sociedade pensaria ser impossível. Pois atualmente é uma possibilidade e já é realidade no Bairro Itaipu A. A partir de “Gêmeos Digitais”, a startup cria uma réplica virtual do bairro, onde é possível avaliar a mobilidade no trânsito, podendo ser propostas alterações nas vias, visando melhorar a mobilidade urbana. A partir de sobrevoo de drones, as imagens do bairro serão estudadas e em breve disponibilizadas.  

Multimídia

MetaIndústria

Mais Vistas